skip to Main Content

Baseado no livro “Conversas com a Alma”
Do Carma ao Darma

“Carma é uma palavra em sânscrito que significa literalmente ação e corresponde a toda a ação prejudicial – mental, verbal e/ou física – que deixa marcas na consciência pela sua repetição e nos afasta da nossa missão e do caminho do Amor e da Verdade. É devido ao carma que reencarnamos na Terra e encontramos dificuldades e adversidades nesta vida. O propósito de praticar Darma é capacitar-nos a alcançar a felicidade verdadeira e a libertação permanente do sofrimento.”

Numa atmosfera transformadora viverá uma desintoxicação holística do seu ser mental, físico e energético o que inclui reforçar a sua ligação à Alma através do desenvolvimento da Intuição.

  • Presencial
Programa

Sábado – CARMA

A Espiritualidade na matéria
Corpo Holístico: auto-conhecimento energético e cura
Auto-conhecimento das tendências cármicas individuais, missão e vida passada
Identificar e transcender os padrões cármicos
Ritual de Purificação
Meditação de limpeza e alinhamento energético

Domingo – DARMA

Yoga (corpo holístico)
Desenvolvimento da Intuição (práticas e a validação das respostas às questões que formulou nesse treino)
Prática das virtudes necessárias à evolução e Realização espiritual (Iluminação)
Depoimentos de participantes no último retiro

Obrigada por tudo o que foi vivenciado nesse fim de semana transformador e inspirador.  Sou muito grata por a ter conhecido, por me ter ensinado a viver o amor em vez do medo e por tantas outras coisas que passaram a dar mais sentido à minha vida.

Estou muito grata por ter feito este Retiro, foi uma experiência muito rica e gratificante. Tive a sensação que não havia tempo e que tudo flui harmoniosamente. Apenas estava no Agora, uma sensação que dificilmente experimento durante tanto tempo. Foram dias únicos e a Marta conduz este Retiro com muito Amor e muita Sabedoria criando um ambiente muito harmonioso e singular...

O espaço físico é muito bonito e muito acolhedor, as refeições foram ótimas, feitas com amor como era esperado da Marta. As vivências foram muito fortes, muito intensas, ao mesmo tempo simples e pacificadoras. Houve alturas em que senti vontade de chorar porque me ia identificando com as situações, minhas e das companheiras, mas era como a descoberta das memórias que temos cá dentro e precisamos aceitar, abraçar, processar, resolver ( se for o caso). Muitas vezes senti vontade de dançar de alegria, também pelos mesmos motivos, pela oportunidade e gratidão por estar ali. Fiquei com excelentes ferramentas para me trabalhar a cada dia a dia. Muito grata querida Marta!

Back To Top